03/09/2019

Embora possam parecer semelhantes, óleos de motor não são todos iguais

Artigo originalmente publicado no PQIA Educational Series – Volume 1, Edição 1, 31 de julho de 2019

Não é incomum ouvir alguém dizer, “óleo de motor é óleo de motor, eles são todos iguais.” Embora isto esteja longe de ser verdade, não é difícil entender por que alguns podem pensar assim.

Tal como acontece com muitos produtos de consumo, as diferenças entre produtos muitas vezes são determinadas usando os cinco sentidos. No caso de alimentos, por exemplo, um consumidor baseia-se na visão para fazer sua decisão de compra ao olhar para o preço e o pacote para realmente ver o produto ou uma foto dele. Alguns vão mais além e leem a data de validade, ingredientes e dados nutricionais constantes no pacote para determinar se o produto é bom para eles. E quando chega a hora de comer, o sabor sentido pelo consumidor, cheiro, e toque tem a última palavra para o que consideram bom, muito bom, o melhor e até mesmo o ruim.

Mas a capacidade de usar os sentidos para fazer o mesmo com óleo de motor é limitada principalmente para o sentido da visão. E, infelizmente, consumidores podem ser traídos por esse sentido, principalmente se eles não estão familiarizados com os produtos, ou não conseguem ler e entender as especificações e certificações constantes nos rótulos do produto e em vez disso, dependem exclusivamente do preço e embalagem para tomar sua decisão de compra. Desde que a maioria dos frascos de óleos de motor e os óleos neles contidos são parecidos, não é difícil entender por que alguns podem pensar “óleo de motor é óleo de motor, eles são todos iguais.” Mas eles não são, e as embalagens e os preços podem enganar.

Embora a grande maioria dos óleos de motor nas prateleiras (incluindo grandes marcas e marcas próprias) atendam a especificações atuais, o Instituto de Qualidade de Petróleo da América (PQIA) continua a encontrar produtos no mercado que só atendem especificações obsoletas ou falham ao declarar no rótulo que atendem alguma especificação.

De acordo com o QuickReferences  do PQIA (link abaixo), tem havido melhorias muito significativas no desempenho dos óleos de motor ao longo dos anos. Desde os primórdios, quando os óleos de motor eram compostos apenas por óleos básicos, eles evoluíram para uma mistura complexa e cuidadosamente equilibrada de óleos básicos de alta qualidade juntamente com aditivos multifuncionais de performance. Apesar da aparência do óleo do motor não ter mudado muito ao longo dos anos, sua composição e desempenho evoluíram e melhoraram significativamente.

Então, ao usar o sentido da visão para determinar se um óleo de motor é ideal para seu carro, certifique-se de ler os rótulos para ter certeza de que você comprou o óleo de motor que atende as especificações recomendadas para seu veículo. Uso do óleo errado no seu veículo pode causar danos ao motor.

Saiba mais:

PQIA Consumer Advisories and Alerts: Motor oils and transmissions fluids that PQIA has issued advisories, alerts and “Don’t Buys”

https://pqia.org/advisoriesconsumer-alerts-and-dont-buys/

Tradução: Luiz Feijó Lemos e Norma Souza