10/06/2019

Pró-Dutos visa a combater furtos em oleodutos com cooperação entre Rio e São Paulo

A incidência de furtos de combustíveis nos oleodutos operados pela Transpetro cresceu mais de 250% em dois anos: de 72 ocorrências em 2016 para 261 em 2018. Com o objetivo de reforçar ainda mais o combate a essa prática criminosa, que coloca em risco toda a sociedade, a Petrobras lançou na sexta-feira (7) o Programa Integrado Petrobras de Proteção de Dutos – Pró-Dutos. O evento, realizado na sede da companhia, no Rio de Janeiro, contou com a presença de representantes do setor e autoridades, como o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque.

Por ocasião do lançamento do programa, foram assinados dois protocolos de intenção: um com o Governo do Estado do Rio de Janeiro e outro com o Governo do Estado de São Paulo. O propósito é reforçar a cooperação estratégica dos governos estaduais nas ações de inteligência e segurança. Os dois estados concentram, juntos, 83% dos dutos da Transpetro. Em todo o país, a subsidiária opera mais de 14 mil quilômetros de dutos, que transportam petróleo e derivados. O volume diário transportado pela malha equivale a 20 mil caminhões-tanque a menos trafegando pelas estradas.

O presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, destacou a necessidade da ação conjunta nas ações contra os furtos de oleodutos. “Sozinhos, nós somos impotentes para combater o crime. Nós precisamos da cooperação das autoridades estaduais e federais, e do arcabouço legal do país, para caracterizar especificamente o furto de duto de combustível. Deve haver uma pena pesada, para tornar esse tipo de atividade pouco atraente para os criminosos”, ressaltou o presidente.

Canais de comunicação para denúncias

Para Carlo Faccio, gerente de Planejamento Estratégico e Mercado da Plural (Associação Nacional das Distribuidoras de Combustíveis, Lubrificantes, Logística e Conveniência), a iniciativa da Petrobras/Transpetro é excelente, pois dá visibilidade à sociedade de um problema já instalado no Brasil: o furto em oleodutos.

“O Pró-Dutos será o canal de convergência das inciativas existentes, possibilitando integrar as diversas inteligências dos elos de produção, logística, distribuição e revenda para o combate aos roubos e fraudes no setor de combustíveis. Além da troca de experiências e informações, é importante que a sociedade também denuncie as irregularidades, dessa forma, teremos um ambiente mais seguro e com menos riscos ambientais. Precisamos acabar com esta prática tão perigosa. Para isso, é necessário fiscalizar e ter uma penalização exemplar para estes transgressores. Nosso papel como cidadão é denunciar qualquer tipo de irregularidade”, frisou Faccio.

Além dos telefones 168 e (21) 99992-0168 (WhatsApp), números que a Transpetro disponibiliza para denúncia de ações de pessoas não autorizadas nos dutos, a empresa lançou também na sexta-feira (7) o site roubodecombustiveis.transpetro.com.br (https://roubodecombustiveis.transpetro.com.br/). A página reúne ações de prevenção da companhia contra o furto de combustíveis e explica como funciona o transporte por dutos.