28/05/2019

Store in store – Um formato de negócios como alternativa em tempos difíceis

No varejo físico a palavra de ordem é buscar boa rentabilidade de loja por m2. E como buscar esse resultado num contexto de grande competitividade, margens cada vez menores, um consumidor muito exigente e cada vez mais digital?

Profissionais do varejo e da indústria têm quebrado a cabeça para gerar mais valor em seus negócios com custos cada vez menores. Otimização, produtividade e eficiência operacional são pautas constantes nas agendas desses executivos.

Ao buscar alternativas, um dos modelos que fazem sentido em alguns setores é o formato store in store. Significa, literalmente, loja dentro da loja. Como isso funciona? Um exemplo clássico é uma livraria que tem um café em suas dependências, ou floricultura e lavanderia dentro de um supermercado. A ideia principal é um estabelecimento complementar o outro, um se beneficiar do fluxo do outro.

Confira a matéria completa do Mercado&Consumo aqui!